Skip to content

FAÇA SUA COTAÇÃO

ASSISTÊNCIA 24 HORAS

0800 917 00 07

PROTEÇÃO VEICULAR

ASSISTÊNCIA PESSOAL

ASSISTÊNCIA
AUTO 24H

CLUBE DE VANTAGENS

ASSISTÊNCIA RESIDENCIAL

PRODUTOS ADICIONAIS

CAMPANHAS SEMPRE SUPRA

INDICOU, FECHOU GANHOU

A campanha INDICOU, FECHOU, GANHOU voltou especialmente pra você!

NATAL PREMIADO

A Sempre Supra vai sortear UM IPHONE. Para concorrer é simples: Indique um amigo, se ele fechar contrato, você já estará concorrendo.

DEPOIMENTOS

PERGUNTAS FREQUENTES

No seguro o segurado adere a uma apólice e transfere o risco de seu bem para a seguradora, enquanto que, na proteção veicular, o associado assina Contrato de Responsabilidade Mútua e divide o risco com os demais associados. As associações de proteção veicular são entidades sem fins lucrativos, diferente das seguradoras que por serem empresas mercantis que visam o lucro.

Na proteção veicular o valor da mensalidade não leva em consideração o perfil do associado, a mensalidade só varia de acordo com o valor do veículo e sua utilização. No seguro, a variação de valores se dá de acordo com o perfil, em função da localização do bem, da idade e sexo do condutor, dentre outros.

Outra vantagem atrativa da proteção veicular, além do preço, é o fato de ser uma proteção mensal, e não anual, sem que haja uma renovação obrigatória.

Sim, desde que o condutor seja habilitado e esteja cumprindo todas as normas legais exigidas pelo Código Nacional de Trânsito.

Sim. Com base legal na Constituição Federal em seu artigo 5º, inc. XVII, XVIII, XIX, XX e XXI, bem como no Código Civil, em seu artigo 53 e seguintes, tem como objetivo a defesa e promoção dos interesses de seus associados, disponibilizando aos associados um rol de benefícios e amparo em situações indicadas, por meio da assistência mútua ou através de prestadores contratados, com todas as suas atividades fundamentadas pelo princípio do associativismo.

O valor do veículo para fins de cotação e indenização se dá pela Tabela FIPE.

Abrangência nacional.

Em caso de acionamento para reparo do veículo associado será obrigatório o pagamento da participação, que é um percentual do valor do veículo da Tabela FIPE, atualizado na data do evento. Esses percentuais estão descritos no regulamento. Para acionamento de terceiros e indenização integral não há a cobrança da participação.

O prazo de indenização é de 90 dias corridos a partir da entrega da documentação completa para acionamento.

Neste caso a Associação irá quitar a divida do veiculo junto á instituição financeira. Respeitando sempre o valor do modelo do veículo na Tabela FIPE. Nos casos em que o valor de quitação da dívida ultrapasse o valor do veiculo na Tabela FIPE fica o associado responsável em negociar o valor de quitação junto a financeira, não obtendo êxito o valor faltante deverá ser responsabilidade do associado. Se o valor a ser pago a financeira for menor que valor da indenização, o valor restante será repassado ao associado.

O cancelamento poderá ocorrer após seis meses de filiação. Para tanto, basta entrar em contato com o atendimento, solicitar o termo de cancelamento, assiná-lo e remetê-lo imediatamente à associação. Mesmo após o cancelamento, o associado participará do rateio do mês vigente. Para o cancelamento completo é necessário o pagamento dos débitos em aberto.

Somam-se os prejuízos do mês, gerados pelos danos causados aos veículos dos associados e dividindo pelo total de cotas da associação. Dividindo-se aos associados conforme a cota de seu veículo. O valor auferido é somado a taxa administrativa e aos demais produtos adicionais contratos e cobrados através de boleto bancário. A mensalidade é pós-paga, paga-se em um mês referente ao mês anterior.

Caso não receba seu boleto, você deverá entrar em contato com atendimento imediatamente e solicitar a segunda via do boleto, que também pode ser retirada no site e pelo aplicativo da SEMPRE SUPRA. Lembrando que o não pagamento do título implica a perda da proteção do seu veículo.

O veiculo estará desprotegido no dia útil seguinte ao vencimento do boleto. Após a virada do mês é necessária uma nova vistoria para a reativação da proteção.

É cobrada a taxa de adesão, que refere-se ao ingresso no grupo de associados. Nela, está inclusa a taxa de vistoria e as despesas de cadastro.

O veículo passará a ficar protegido na meia-noite do dia da vistoria.

A Associação poderá buscar em assembleia ou reunião de diretoria a solução do problema de forma a não prejudicar o associado em questão e nem os demais associados.

Entrar em contato com nosso atendimento, agendar a vistoria do seu veículo e realizar o pagamento da taxa de adesão. No ato da vistoria, você deve ter em mãos a seguinte documentação: carteira de habilitação, comprovante de endereço e documento do veículo. Após o recebimento do contrato, o mesmo será analisado e cadastrado, iniciando a proteção a meia-noite do dia do cadastro.